2 de agosto de 2017

Let Me Love You - 15

"Garota deixe-me amar você. E eu amarei você, até que você aprenda a se amar"

Eu sabia que o que estávamos fazendo era errado, mas era bom demais para mim conseguir resistir. Nos afastamos pela fata de ar. Justin colocou uma mecha de cabelo atrás da minha orelha, dei um sorriso tímido

Justin: Fica comigo, por favor...
Haley: Não diga isso, você sabe que eu tenho namorado, tenho uma vida, não posso simplesmente largar tudo
Justin: É claro que pode. Haley, se você também sente algo por mim, apenas aceite e fique comigo. Eu prometo te fazer a mulher mais feliz do mundo
Haley: Justin, para. Eu amo o meu namorado
Justin: Se realmente o amasse, você não teria voltado
Haley: É melhor eu ir para casa, ja esta tarde

Peguei minha bolsa que estava em cima de sua mesa, e fui até a porta

Haley: Boa noite, Justin
Justin: Boa noite...

*Stacy on

Terminamos de comer e tenho que admitir que Christian é um excelente cozinheiro

Stacy: Estou impressionada com os seus dotes culinários
Chris: Obrigado amor, fiz um ótimo curso na Itália, aliás, é um país lindo, ja visitou?
Stacy: Esta brincando? Eu nunca sai de NY. Não tenho dinheiro para isso
Chris: Mas eu tenho. Qual lugar do mundo você deseja conhecer? Me diga que eu te levo
Stacy: Não faça promessas que não irá cumprir - Falei incrédula -
Chris: Esta bem, você quem sabe - Deu de ombros - Eu realmente iria te levar
Stacy: Las Vegas
Chris: Uou, sério? Pensei que o sonho de toda garota fosse conhecer Paris
Stacy: Pensei que ja tínhamos concordado que eu não sou qualquer garota - Abri um sorriso convencido -
Chris: Você não faz ideia de como eu fico exitado quando você fala isso
Stacy: Idiota - Dei risada - Agora que tal...
Chris: Transarmos loucamente? - Me interrompeu animado -
Stacy: Não, eu ia dizer para lavarmos a louça
Chris: Pelo jeito não estamos na mesma linha de pensamento aqui - Disse com tédio -

*Haley on

Entrei em casa e ouvi a TV ligada, fui até a sala e vi Thomas assistindo

Haley: Oi Thomas
Thomas: Isso são horas de chegar em casa?
Haley: Tive que ajudar o meu chefe a encontrar um documento
Thomas: Esta mentindo! - Gritou -

Foi então que percebi a garrafa de Wiski vazia no chão. Thomas quando bebia perdia totalmente o controle, eu odiava tanto isso

Haley: Claro que não estou!
Thomas: Acha que eu não sei que esta transando com o seu chefe?
Haley: O que?
Thomas: Você não passa de uma vadia! - Gritou -
Haley: Eu não sou uma vadia! - Gritou irritada -
Thomas: Ainda quer gritar comigo? - Berrou -

Ele se levantou irritado do sofá, corri rapidamente em direção ao quarto, antes que eu conseguisse trancar a porta, Thomas a segurou, fiz mais força e ele acabou tendo os seus dedos prensados na porta, ele gritou de dor e puxou sua mão. Tranquei a porta e disquei o número da Stacy, tocou até cair na caixa postal. Ouvi um estrondo na porta e gritei assustada

Thomas: Eu vou te matar sua vagabunda!
Haley: Me deixa em paz! - Gritei chorando -

Ouvi outro estrondo, ele iria acabar entrando a qualquer momento, e eu não tinha para onde ir. Resolvi ligar para a minha última opção. No segundo toque ele atendeu

#Ligação on
Justin: Haley?
Haley: Justin, eu preciso de você - Solucei -
Justin: O que houve? - Perguntou preocupado -
Haley: O meu namorado esta tentando entrar no quarto para me agredir, ele esta bêbado, eu me tranquei no quarto, não tenho para onde ir. Me ajuda, por favor...
Justin: Fica calma. Tem como você sair pela janela?
Haley: Sim
Justin: Saia pela janela, e se esconda por perto, eu estou indo te buscar
Haley: Esta bem
#Ligação off

Abri a janela, que era um pouco alta, mas nada que não desse para pular. Pulei e ouvi a porta ser arrombada, corri o mais rápido que pude e me joguei atrás de um arbusto. Meu coração estava quase saindo do peito, minha respiração estava ofegante e minhas mãos tremiam sem parar. Passaram-se 20 minutos e ouvi alguém chamar meu nome, comecei a entrar em pânico novamente, não acredito que Thomas me encontrou. Abaixei um pouco o arbusto e vi Justin andando na rua olhando para os lados. Sai correndo de trás dos arbustos e me joguei em seus braços

Haley: Você veio... - Choraminguei -
Justin: É claro que eu vim - Me abraçou forte -
Haley: Só me tira daqui - Me afastei secando minhas lágrimas -

Ele segurou minha mão e fomos até seu carro que estava estacionado mais a frente

(...)

Estávamos em sua casa agora e eu estava sentado no sofá, Justin voltou da cozinha e me entregou uma xícara

Justin: É chá de camomila, vai te ajudar a se acalmar
Haley: - Tomei um gole - Obrigada
Justin: Esta se sentindo melhor?
Haley: Um pouco
Justin: Quer conversar sobre o que aconteceu?
Haley: Meu namorado acha que eu estou tendo um caso com você
Justin: Mas isso não é desculpa para ele beber e querer te agredir
Haley: Thomas sempre consegue uma desculpa para me agredir. Eu ja tentei ir embora, mas ele sempre me acha e ameaça me matar
Justin: Antes você não tinha ninguém, mas agora você tem
Haley: Quem? Eu não tenho ninguém - Tentei segurar o choro -
Justin: Tem a mim, e iria fazer de tudo para te proteger
Haley: Não, eu não quero te meter no meio disso, esse problema é apenas meu
Justin: Eu não me importo, não vou ficar vendo esse cara fazer mau a você, enquanto eu fico com os braços cruzados
Haley: Eu realmente não entendo porque você insiste tanto em mim. Tem tantas modelos loucas para ficar com você
Justin: E dai? Eu quero você, não elas
Haley: Posso te pedir uma coisa?
Justin: Qualquer coisa
Haley: Me abraça? - Choraminguei -

Ele se levantou do chão onde estava agachado na minha frente, se sentou ao meu lado e me abraçou. Coloquei meus braços em volta de ser corpo e me aconcheguei em seu peito. Naquele momento eu pude imaginar algo que sempre quis: ser feliz. Com Justin eu teria isso, sem dúvidas. Porém eu sabia como Thomas era perigoso, e eu não podia colocar a vida de Justin em risco, eu não conseguiria viver sabendo que algo aconteceu com ele, por minha causa. A felicidade parecia estar cada vez mais distante para mim

Continua com +5 comentários...

Oi gente, tudo bem? Não, eu não morri, estou super viva kkkk Desculpem ter ficado sem postar por tanto tempo, mas a criatividade esta péssima para essa IB. Mas comecei a postar uma nova no meu outro Blog, entrem la e comentem, please. Obrigada a todos os comentários. Até o próximo capítulo! Beijos

Leiam e comentem minha nova IB
All For Love

Blog da minha Best para capas, sinopses...
Kingdom designs

Divulgando

21 de maio de 2017

Let Me Love You - 14

"Garota, deixe-me amar você, conheço os seus problemas. Não tenha medo, garota, deixe-me ajudar"

Justin estava me explicado o que eu devia fazer com a pilha de documentos que estava em sua mesa, mas sinceramente eu não estava ouvindo uma palavra se quer. Quando meu chefe ficou tão atraente assim? Espera, que merda eu to pensando?

Justin: Entendeu?
Haley: Entendi o que?
Justin: Não estava prestando atenção quando expliquei sobre os documentos?
Haley: Eu estava distraída, desculpa
Justin: Estava pensando no que?
Haley: - Arregalei os olhos - Nada de interessante, que tal um café? - Mudei de assunto -
Justin: Melhor não, da última vez não deu muito certo
Haley: Verdade - Dei uma risada fraca me lembrando do momento -

Justin me olhou sorrindo como se tivesse se lembrado do momento também

*Stacy on

Eu estava tão distraída mexendo no Facebook, que quase cai para trás ao ouvir "oi amor"

Stacy: Que susto seu idiota. Não me chame assim
Chris: Não faz assim comigo amor, você sabe que não pode me ignorar para sempre
Stacy: Não só posso, como eu vou
Chris: Afinal, porque esta tão irritada comigo?
Stacy: Não quero você perto de mim. Quer falar com o Sr° Bieber? Eu vou avisar que você esta aqui

Peguei o telefone, mas Chris segurando a minha mão me impedindo de ligar

Chris: Eu te salvo de um tarado, e é assim que você me agradece?
Stacy: O que você quer?
Chris: Jantar hoje na minha casa, eu cozinho
Stacy: Se for para comer miojo, eu janto em casa mesmo - Brinquei sobre ele cozinhar -
Chris: Meu amor, se tem uma coisa que eu faço quase tão bem quanto sexo, é cozinhar. Na minha casa 20:30hrs - Piscou para mim -

Ele se virou indo embora, e tudo que consegui fazer foi olhar sua bunda. Chris é um idiota? Com certeza. Mas como resistir a um idiota tão gostoso assim?

*Haley on

Quando Justin terminou de me explicar novamente sobre os documentos, seu celular que estava em cima da mesa tocou. Olhei para o celular e vi escrito "Selena". Ele esta saindo com alguém? Ele ignorou a ligação. Tentei segurar a minha curiosidade, mas não consegui

Haley: É sua namorada?
Justin: Quem?
Haley: Selena, a garota que acabou de te ligar - Apontei para seu celular -
Justin: Selena minha namorada? Nunca! Bem que ela gostaria de ser, mas não estou interessado
Haley: Entendi...
Justin: Esta com ciúmes?
Haley: O que? Não! Eu só fiquei curiosa - Ele ficou me olhando - O que foi?
Justin: Pensei que você não fosse mais voltar
Haley: Eu realmente não ia
Justin: E porque mudou de ideia?
Haley: Eu não sei, eu só não consegui ir embora
Justin: Eu espero que nunca consiga

*Selena on

Tentei ligar diversas vezes para o celular de Justin, mas dava apenas na caixa postal. Thomas me olhava impaciente

Selena: Ele não me atende, eu disse. Ele me odeia
Thomas: É dessa forma que você quer manter Justin afastado da Haley?
Selena: Eu não posso fazer nada se ele não quer mais saber de mim
Thomas: Então porque você não paga uma prostituta? Podemos armar um jeito da Haley ver ele com essa prostituta
Selena: Você acha mesmo que eu vou gastar o meu dinheiro para uma vagabunda qualquer dormir com o cara que eu eu amo?
Thomas: Tem alguma ideia melhor? Se tiver eu estou ouvindo - Fiquei em silêncio - Foi o que pensei
Selena: Você é um grosso sabia? Por isso a sua namorada esta te trocando pelo Justin
Thomas: É bom você calar essa boca se não quiser apanhar
Selena: Covarde! Encoste em mim, e eu vou fazer você se arrepender de ter nascido. Eu não sou a sua namoradinha que tem medo de você

Me levantei e sai da lanchonete, eu não acredito que iria atrás de uma prostituta, que nojo. Mas pelo menos eu iria finalmente separar aqueles dois

*Haley on

Stacy: Tchau amiga, até amanhã
Haley: Tchau, bom jantar
Stacy: Obrigada

Arrumei tudo na mesa, peguei a minha bolsa, e fui até o escritório de Justin

Haley: Eu ja estou indo embora, precisa de mais alguma coisa?
Justin: Na verdade eu preciso, estou procurando um contrato que fiz a 1 ano com o Japão e não consigo achar
Haley: Eu ajudo

Procuramos nas gavetas, no armário e nada de acharmos. Olhei para cima e vi a ponta de 1 folha em cima do armário

Haley: Acho que encontrei
Justin: Onde?
Haley: Esta em cima do armário - Apontei para cima - Mas é muito alto
Justin: Eu te levanto e você pega
Haley: O que? Não
Justin: Calma, eu só vou te levantar
Haley: Esta bem, vamos logo

Justin abraçou as minhas pernas e me ergueu, segurei a folha

Haley: Peguei!

Puxei a folha e uma caixa veio junto fazendo Justin e eu cair no chão, cai em cima dele e começamos a rir do ocorrido

Haley: Desculpa, eu não vi a caixa
Justin: Você quase me matou caindo em cima de mim - Sorriu -
Haley: Eu também não sou tão gorda assim
Justin: Não é nenhum pouco
Haley: Melhor levantarmos

Sentei no chão, Justin levantou e pegou minha mão me puxando. Ficamos cara a cara, não desviávamos nossos olhares um segundo sequer. Senti a mão de Justin em meu rosto e fechei os olhos com seu toque, ele alisou minha bochecha delicadamente

Justin: Você nem imagina o quanto eu quero te beijar agora
Haley: - Abri os olhos - Então me beija

Sem pensar duas vezes ele selou nossos lábios, as mãos dele seguravam firmemente minha cintura e a minha unha arranhava sua nuca. Eu sabia que o que estávamos fazendo era errado, mas era bom demais para mim conseguir resistir

Continua com +5 comentários...

Oi gente, como vocês estão? Quero agradecer a cada comentário, que é muito importante para mim. E dizer que não, não voltei para postar direto, mas sempre que puder estarei atualizando aqui, nem que demore meses. Espero que vocês tenham gostado do capítulo, podem deixar a opinião sincera de vocês nos comentários. Até a próxima, beijos!

Divulgando!

16 de fevereiro de 2017

Let Me Love You - 13

"Garota, deixe-me amar você, e eu amarei você. Até que você aprenda a se amar"

Cheguei em casa, tirei meu terno e me joguei no sofá e no mesmo instante a campainha tocou. Bufei e abri a porta, me arrependi no mesmo instante

Justin: Selena - Falei seu nome com tédio -
Selena: Oi meu amor - Sorriu animada -
Justin: Não sou seu amor, e não estou com paciência para você
Selena: Eu trouxe seu vinho preferido

Ela ignorou o que eu disse e passou por mim, foi até a cozinha e voltou com duas taças, fechei a porta e voltei para o sofá. Pelo jeito ela não iria embora tão cedo

Justin: Selena, qual a parte do "não quero mais te ver", você não entendeu?
Selena: É só um vinho, Justin. Só quero saber como você esta, conversar...
Justin: Tanto faz - Suspirei cansado -

Ela encheu as duas taças, me entregou uma e se sentou ao meu lado

Selena: Você parece cansado
Justin: Ando trabalhando muito
Selena: Eu até me oferecia para te relaxar, mas eu sei que vai recusar
Justin: Ainda bem que sabe
Selena: Enfim, como foi sua viagem para Paris?
Justin: Boa, consegui fechar um contrato importante com os franceses
Selena: Você sempre consegue consegue o que quer
Justin: Nem sempre - Murmurei -

Se eu realmente sempre conseguisse o que quisesse, neste momento estaria com a Haley

Selena: O que quis dizer com isso?
Justin: Nada - Virei todo o vinho da taça - Esqueça - Enchi minha taça novamente -
Selena: Fiquei sabendo que você não foi sozinho, e sim com a sua assistente
Justin: Sim, e dai?
Selena: E dai que você esta estranho comigo desde que contratou essa garota. Vocês dois por acaso estão juntos?
Justin: Você é inacreditável - Ri sem humor -
Selena: Como assim? - Perguntou confusa -
Justin: Você não veio aqui para conversar ou saber como estou, veio saber se estou com alguém. Sera que você não consegue passar um dia sequer sem ser uma vadia controladora?
Selena: Como pode dizer isso de mim?
Justin: Como posso dizer o que? A verdade? Você parece uma louca aparecendo na minha casa sem ser convidada ou indo até a minha empresa
Selena: Eu faço isso porque eu te amo - Se levantou gritando - E tudo que eu queria era que você sentisse o mesmo por mim
Justin: Mas eu não sinto! - Gritei irritado - E nunca irei sentir algo por você
Selena: Fale o que quiser, mas eu não vou desistir de você

Ela pegou sua bolsa, e andou com passos largos até a porta, e a bateu com força quando saiu

*Chris on

Ja era quase 3 da manhã, paguei minha conta e resolvi ir embora do bar onde estava. Peguei e chave do meu carro do bolso, eu havia bebido um pouco, mas ainda conseguia dirigir. Estava caminhando até meu carro quando comecei a ouvir vozes vindo de um beco a minha frente

Mulher: Para, eu não quero
Homem: Qual é gata? É só uma rapidinha. Você é tão gostosinha...
Mulher: Não encosta em mim. Para. Eu vou gritar!

Corri até o beco e fui para cima do cara que estava prensando a garota contra a parede, empurrei o cara o derrubando no chão e me surpreendi ao reconhecer a garota

Chris: Stacy?
Homem: Qual o seu problema cara? Eu e a gata estava se divertindo

Tirei a arma da minha cintura da minha cintura e apontei para o cara que se levantou assustado com as mãos para cima, Stacy gritou

Stacy: Ai meu Deus, você anda armado!
Homem: Não me mata cara, por favor, eu tenho uma família para criar
Chris: Tem mesmo?
Homem: Não, só não quero morrer
Chris: Vai embora antes que eu atire em você
Homem: Graças a Deus

Ele saiu correndo, guardei a arma e me virei para Stacy que parecia estar paralisada, coloquei a mão em seu ombro

Chris: Você esta bem?
Stacy: Porque você anda com uma arma? - Disse meio embolado -
Chris: - Sorri de lado - Relaxa amor - Segurei seu rosto - Esta bêbada
Stacy: Talvez. Me leva para casa? - Segurou minha mão que estava em seu rosto -
Chris: Claro

(...)

Entrei em seu quarto com Stacy em meus braços, a coloquei na cama devagar, tirei seus sapatos, a cobri e me virei para ir embora

Stacy: Vai me deixar sozinha de novo?
Chris: Foi mal por aquela vez do hotel
Stacy: Vai precisar de mais do que isso pra fazer eu te desculpar. Você não faz ideia de como eu fiquei ao acordar e ver que você tinha me deixado sozinha
Chris: Você sabia que era apenas sexo
Stacy: Nunca é só sexo para uma garota. E você deveria saber que eu não sou qualquer garota
Chris: Eu sei muito bem disso
Stacy: Sabe?
Chris: Você não é como as outras garotas com quem ja fiquei
Stacy: Então porque foi embora naquela noite?

Ela engatinhou na cama, e ficou de joelho, fazendo nós dois ficar cara a cara

Stacy: Me responda Chris. Porque foi embora?
Chris: - Segurei seu rosto e depositei um beijo em sua testa - Boa noite, amor

Me virei indo embora. Eu não iria dizer a ela que havia ido embora por eu tinha sentido algo por ela. Eu não era bom o suficiente para Stacy, ela merecia alguém bem melhor que eu

Dias depois...

*Haley on

Após alguns dias afastada do trabalho, eu finalmente sentia que estava pronta para encarar Justin novamente. O elevador se abriu e Stacy correu em minha direção ao me ver e me abraçou

Stacy: Sua vaca, não acredito que você me abandonou aqui sozinha
Haley: Desculpa, mas como você sobreviva aqui antes de eu chegar?
Stacy: Eu me pergunto isso todos os dias. E como esta as coisas entre você e seu namorado?
Haley: Na verdade esta ótimo, ele esta tão diferente desde que voltei de Paris
Stacy: Que bom, fico feliz por você
Haley: Por falar em felicidade, você parece meio desanimada, o que houve?
Stacy: Esses dias aconteceu uma doideira comigo. Fui para um barzinho, bebi todas e quando estava indo embora um idiota tentou se aproveitar do meu corpinho
Haley: Ai meu Deus, mais ele fez algo com você?
Stacy: Não, graças ao Chris
Haley: Chris, o melhor amigo do nosso chefe?
Stacy: Esse mesmo, ele botou o cara para correr e me levou para casa
Haley: Nossa. Parece que ele não é tão idiota como você pensava

Stacy ia dizer algo, mas parou quando ouvimos o barulho do elevador se abrindo. Justin estava impecável em seu terno preto, ele olhou para mim e por um instante pensei que meu coração fosse pular do peito. Algo havia mudado. Ele se aproximou de mim

Justin: Fico feliz que tenha voltado Haley
Haley: Eu também...

Continua com +5 comentários...

Oi meninas. Após 300 anos eu retorno das cinzas como uma fênix (menos Thalia), enfim, tentei fazer o episódio um pouquinho maior, espero que tenha dado certo. Sera que agora é o Justin que vai dar o gelo e a Haley correr atrás? Veremos. Até o próximo episódio, beijos

Divulgando

2 de fevereiro de 2017

Let Me Love You - 12

"Gostaria de lhe mostrar o que o verdadeiro amor pode fazer"

*Thomas on

Cheguei na lanchonete e me sentei na mesa onde Selena me esperava com um óculos escuro enorme na cara, se esse era o jeito dela tentar disfarçar, só estava chamando mais a atenção

Thomas: Porque quis me encontrar?
Selena: Quero saber como esta indo nosso plano. Conseguiu fazer Haley voltar a cair de amores por você?
Thomas: Eu acho que sim, ela pareceu gostar bastante do que você preparou
Selena: Que mulher não gosta de um pouco de romantismo? Sabia que ela iria gostar
Thomas: E como esta indo você e o mauricinho?
Selena: O nome dele é Justin, e não estamos nada bem. Não conseguido me aproximar dele, ele nem atende minhas ligações, ele não quer me ver
Thomas: Pois é bom achar um jeito e rápido de fazer ele se interessar por você. Eu quero esses bem afastados um do outro
Selena: Eu sei muito bem o que tenho que fazer, não preciso de você me dando ordens
Thomas: Se sabe mesmo, então porque ainda não se aproximou de Justin? - Ela ficou em silêncio - Foi o que pensei

*Haley on

Thomas saiu enquanto eu me arrumava para ir trabalhar, após eu me arrumar, peguei minha bolsa e abri a porta, mais a fechei novamente. Depois do que houve ontem, eu não queria ver Justin, eu tinha que me afastar dele, eu não podia deixar as coisas entre nós avançar, eu estava com Thomas e acho que não conseguiria deixa-lo. Voltei para meu quarto e troquei de roupa, esta decidido, eu não iria trabalhar hoje. Thomas entregou no quarto e ficou confuso ao me ver

Thomas; O que faz em casa ainda? Não devia estar no trabalho?
Haley: Meu chefe me ligou, tenho o dia todo para ficar com você
Thomas; Isso é ótimo. O que vamos fazer o dia todo então?
Haley: Podíamos dar uma volta pela cidade de mãos dadas, tomar um sorvete, ir ao cinema e para terminar o nosso dia perfeito, ir em algum restaurante jantar - Coloquei os braços em volta de seu pescoço - O que acha?
Thomas; Com você eu topo qualquer coisas - Me deu um selinho -

*Justin on

O elevador se abriu e Stacy rapidamente largou seu milk-shake e abriu um sorriso forçado ao me ver

Stacy: Bom dia Sr° Bieber
Justin: Bom dia
Stacy: O senhor precisa de algo?
Justin: Não, só peça para Haley vim até a minha sala
Stacy; Desculpe senhor, mas não vai ser possível
Justin: Posso saber o motivo?
Stacy: Ela ligou dizendo que não vem trabalhar hoje
Justin: Ligue para Haley, e passe a ligação para a minha sala, agora
Stacy: Sim senhor

Entrei em minha sala e apertei a linha 2, ouvi sua respiração na linha

#Ligação on
Justin: Haley?
Haley: Estou aqui
Justin: Porque não veio trabalhar hoje?
Haley; Eu estou doente - Fingiu uma tosse - Sinto muito
Justin; Você é uma péssima mentirosa. Porque não veio? Me fala a verdade
Haley: - Suspirou - Eu não tive coragem...
Justin: As coisas entre nós não precisam mudar só porque eu disse aquelas coisas, eu sei que você tem namorado e que o ama, e eu respeito isso. Não vou pressionar você a largar dele para ficar comigo, e nem vou ficar dando em cima de você. Só por favor, vem para o trabalho
Haley: Eu só preciso de um tempo para processar tudo isso, pensar, eu não sei... Você entende né?
Justin: E claro, eu entendo... - Murmurei -
Haley: Eu tenho que desligar agora
Justin: Eu estarei aqui te esperando
#Ligação off

Desliguei o telefone e tudo que senti foi um grande vazio. Sera que era assim que as pessoas se sentiam a pessoa que amam? Isso tudo era novo para mim, pois eu nunca havia deixado alguém entrar na minha vida, e agora que deixei me pergunto se fiz a escolha certa. A porta se abriu e Stacy entrou

Justin; Nunca ouviu falar em bater antes de entrar?
Stacy: Desculpe, eu bati várias vezes, mas o senhor não respondeu
Justin; Tudo bem, Stacy. O que você quer?
Stacy: Vim lembra-lo que o senhor tem uma reunião do 5 andar em 15 minutos
Justin: Obrigado
Stacy: O senhor não parece bem, quer que eu cancele?
Justin: Não precisa se preocupar comigo, Stacy
Stacy: Sr° Bieber, eu ja trabalho aqui a 5 anos e tenho um cursinho em psicologia, se tiver com algum problema pode me falar
Justin: Esta bem - Dei de ombros - O que tenho a perder?
Stacy; O senhor vai conversar comigo? - Assenti - Não acredito que isso esta mesmo acontecendo - Disse animada - Ta, calma, cara de psicologa

Ela fechou os olhos, deu alguns tapinhas no rosto e respirou fundo. Me segurei para não ir, em seguida ela se sentou na cadeira de frente para mim e me olhou séria

Stacy: Esta bem, pode colocar para fora - Arregalou os olhos - Não colocar para fora o seu... aquilo - Apontou para o meio de suas pernas - Não foi nesse sentido, eu só...
Justin: Tudo bem, eu acho que ja entendi. Bem, eu acho que estou apaixonado, mas...
Stacy: O senhor esta apaixonado? - Colocou a mão no peito -
Justin: Qual o problema nisso?
Stacy: Problema? Nenhum! É que o senhor sempre foi tão sério e focado no trabalho, não consigo imaginar o senhor apaixonado e suspirando pelos cantos por causa de uma garota. Enfim, quero detalhes. Ela sente o mesmo?
Justin: Esse é o problema, eu acho que ela não sente o mesmo, porque ela só fica fugindo de mim e além de tudo ela é comprometida
Stacy: Ai meu Deus, que babado
Justin: Agora esse é o momento que você me fala o que devo fazer. Eu continuo insistindo ou desisto?
Stacy: Pelo o que eu pude entender, ela não esta fugindo de você porque não sente algo, ela esta fugindo exatamente porque sente algo por você também. O senhor tem que entender que é complicado para ela, pois ela ja esta em um relacionamento, ela não pode simplesmente largar tudo e se jogar em seus braços
Justin: Então eu tenho que desistir? É isso? - Perguntei confuso -
Stacy: Não! Esta louco? Olha, eu posso não ser a melhor psicologa, até porque esse cursinho que fiz era de graça, então ja da para imaginar que formação maravilhosa eu tive, mas eu tenho certeza de uma coisa: não é todo dia que você encontra alguém que faça o seu coração bater tão forte que parece que a qualquer momento ele vai pular do seu peito. Então quando você encontra é seu dever lutar por isso até o fim, então não desista dessa garota

Continua com +5 comentários...

Oi meninas. O que acharam do capítulo? Stacy dando um psicologo, quem gostou? O que querem para os próximos capítulos? Essa Haley deve adorar as surras que leva em, não é possível, eu ja estaria com o Justin faz é tempo kkk Obrigada por cada comentário. Beijos

Divulgando

23 de janeiro de 2017

Let Me Love You - 11

"Só quero ser aquele que a relembra do que é sorrir"

Haley: Thomas, eu tenho que ir, me solta

Eu estava mesmo desconfiada de que todo aquele romantismo estava com demais para ser verdade. Thomas me olhou por alguns segundos e em seguida soltou meu braço. Estranhei sua atitude, ele nunca me soltou quando eu pedi

Thomas: Me desculpe, eu só queria passar um tempo com você. Mas se você precisa ir, então vá
Haley: Eu volto a noite - Beijei seu rosto -

(...)

Cheguei correndo até a recepção, e entrei direto para a sala de Justin

Haley: Justin, me desculpe pelo atraso, eu...
Justin: - Me interrompeu - Do que me chamou?
Haley: Justin? - Perguntei confusa -
Justin: Eu sou seu chefe, não seu amiguinho, me chame apenas de Sr° Bieber

O que estava acontecendo? Nossa viagem havia sido maravilhosa, havíamos nos divertido juntos. Porque ele estava me tratando assim?

Haley: Aconteceu alguma coisa?
Justin: Se aconteceu ou não, isso não é da sua conta
Haley: É claro - Murmurei - Para que o senhor me chamou aqui?
Justin: Porque você trabalha aqui, é seu dever cumprir o seu horário, mesmo que não tenha nada para fazer
Haley: Entendi, o senhor me chamou aqui para nada - Dei um sorriso falso -
Justin: Esta sendo irônica comigo?
Haley: Eu? - Coloquei a mão no peito de forma dramática - Eu nunca faria isso Sr° Bieber - Dei ênfase em seu nome -
Justin: É melhor você sair da minha sala - Apontou para a porta -
Haley: Pode deixar. Qualquer coisa estarei na sala ao lado, fazendo vários nadas

Sai de sua sala furiosa e me esforcei para não bater a porta com força quando sai

Stacy: Que cara é essa?
Haley: É a cara de quem quer estrangular o chefe
Stacy: Aliás, o que aconteceu nessa viagem para deixar ele tão irritado?
Haley: Eu não sei, conseguimos fechar contrato e...

Foi então que me lembrei do beijo e do que falei após o beijo, era por isso que ele estava irritado desse jeito, eu havia dado um fora nele

Stacy: O que foi?
Haley: Nada, só uma pequena dor de cabeça
Stacy: Seu namorado veio atrás de você
Haley: E você disse onde eu estava?
Stacy: Claro que não. Ele ficou estressado, pensei que ele fosse me agredir
Haley: O que? Thomas nunca faria isso - Falei tensa -
Stacy: Tem certeza?
Haley: É claro que eu tenho certeza, porque esta me perguntando isso?
Stacy: Porque sou sua amiga, e não vou te julgar nunca, esta bem?
Haley: Esse papo esta ficando estranho - Falei desconfortável -
Stacy: Eu só queria que soubesse disso

O telefone tocou e era Justin me pedindo para ir até sua sala novamente, entrei em sua sala e vi dois potes de vidros em sua mesa

Haley: Sim?
Justin: Quero que separe essas jujubas para mim, eu gosto apenas das roxas, então em um pote coloque apenas roxas e no outro as cores que sobrarem
Haley: Só pode estar brincando - Falei chocada com seu pedido -
Justin: Não estava reclamando que não tinha nada para fazer hoje? Então, agora você tem
Haley: Tudo por causa de um fora - Resmunguei baixo -
Justin; O que disse?
Haley: Nada, só estou aqui separando jujubas
Justin: Ótimo

Me sentei na cadeira de frente para ele e comecei a separar a cor roxa das outras. Aquela era a coisa mais sem noção que ja haviam me pedido para fazer na vida, e para piorar com o canto de olho eu podia ver um sorriso de vitória em seus lábios

Haley: Não acredito que estou fazendo isso, quando na verdade podia estar tendo um dia maravilhoso com o meu namorado
Justin: Sinto muito ter atrapalhado os seus planos
Haley: Não, você não sente
Justin; Tem razão, eu não sinto
Haley: Você esta tentando estragar o meu dia, mas eu não vou deixar
Justin: Tem certeza? Porque pelo o que estou percebendo, você esta bem irritada
Haley: Quer saber? Eu não ia dizer nada, mas eu não aguento mais. Esta irritado só porque te dei um fora, e agora esta tentando se vingar de mim porque não aceita o fato de que nem todas as garotas querem você
Justin: É isso que pensa de mim? Que sou um cara mimado que não aguenta um fora?

Ele me olhou tão chateado com meu julgamento, que fez eu me arrepender no mesmo instante pelo o que havia falado

Haley: Não
Justin: Eu estou irritado sim com você, mas não porque não aguento um fora, e sim por não aguentar levar um fora da garota que não consigo tirar da minha cabeça um segundo sequer
Haley: O que? - Murmurei -
Justin: Eu estou apaixonado por você
Haley; Como? Porque?

Eu sei que aquilo era a coisa mais idiota de se dizer após aquela declaração, mais eu precisava o "porque" dele estar apaixonado por mim. Afinal, ele era Justin Bieber, podia ter quem ele quisesse, então, porque eu?

Justin: Porque você é meiga, é inteligente, é simpática, gentil, tem o sorriso mais lindo que eu ja vi na vida, e também é a pessoa mais atrapalha que eu ja conheci - Rimos - Sem contar que é extremamente linda, eu gosto de você porque você é você

Aquele era com certeza a coisa mais linda que alguém ja havia me dito. Eu não sabia o que sentia por Justin, mas era algo forte. Mais e quanto a Thomas? Eu não podia simplesmente deixa-lo após todos esses anos, e nem ele me deixaria ir. Justin e eu ficar juntos parecia ser algo impossível de acontecer

Continua com +5 comentários... 

Oi meninas. Justin se declarou, ai meu coração, mais pelo jeito Haley não quer saber de romance com o chefe. O que querem para os próximos capítulos? Obrigada por cada comentário. Até o próximo capítulo. Beijos

Divulgando

8 de janeiro de 2017

Let Me Love You - 10

"Posso ver a dor atrás dos seus olhos, ela tem estado lá há um tempo"

Após termos jantado, fomos até a Torre Eiffel. Desci do carro de boca aberta, a torre era linda, brilhava tanto que eu tinha que piscar diversas vezes para conseguir enxerga-la, mas valia a pena

Justin: É como imaginava?
Haley: Não, é melhor - Sorri -
Justin: Eu tenho uma coisa para te dar
Haley: O que é?

Ele me entregou uma caixinha vermelha, abri e havia uma pulseira linda, estendi o braço e ele colocou a pulseira em mim

Justin: Essa pulseira é para você sempre lembrar da nossa primeira viagem juntos
Haley: Eu nunca esqueceria - Ergui meu braço admirando a pulseira - Ela é linda
Justin: Não chega nem perto da sua beleza

*Justin on

Ela tirou os olhos da pulseira e me olhou com um sorriso tímido nos lábios. Me aproximei mais dela, coloquei a mão em seu rosto, senti ela estremecer com meu toque e me curvei selando nossos lábios delicadamente. Esperei tanto por aquele momento, que quando aconteceu nem parecia real. Aquela mulher mexia comigo de uma maneira que nenhuma outra havia conseguido. Senti sua mão em meu peito me empurrando e me afastei dela

Justin: O que houve?
Haley: "O que houve?" - Perguntou incrédula - Justin, você é o meu chefe, sem contar que querendo ou não ainda tenho um namorado, isso é totalmente errado. O que deu em você?

Ouvir aquelas palavras me deixou péssimo, e naquele momento percebi o quanto eu ja estava envolvido e que não havia mais volta. Tentei disfarçar a minha decepção

Justin: Você tem razão, me desculpe Haley, foi o momento e...
Haley: - O interrompi - Acho melhor voltarmos para o hotel, temo um voo logo cedo
Justin; É claro

Fiz sinal para um táxi parar, Haley rapidamente entrou no carro, suspirei e entrei em seguida

*Haley on

Após chegarmos no nosso quarto, coloquei meu pijama e deitei na cama, Justin saiu do banheiro e se deitou ao meu lado em silêncio. Podia até parecer que eu estava brava com Justin, mas não, eu estava com raiva de mim mesma por ter gostado do beijo

(...)

Cheguei em casa, abri a porta lentamente e ja estava esperando Thomas me dar um tiro, mas foi totalmente ao contrário, estava tocando "Echosmith - Tell Her You Love Her" e havia pétalas de rosas vermelhas pelo chão, que me guiaram até nosso quarto, o quarto estava repleto de velas. Senti braços em volta da minha cintura e sua voz em meu ouvido

Thomas: Gostou da surpresa meu amor?
Haley; Fez tudo isso para mim? - Perguntei surpresa -
Thomas: Eu faço qualquer coisa por você

Ouvir aquilo não fez ficar animada, pelo contrário, por alguma razão me fez sentir medo. Derrepente me lembrei da cena que havia me feito ir para Paris e me afastei de Thomas

Haley: Antes de viajar, eu vi você com uma garota na nossa cama. Como pôde? - Perguntei irritada -
Thomas: Você viu? - Passou a mão no cabelo - Amor, aquilo foi um erro horrível, eu estava bêbado, nem sabia o que estava fazendo. Aquilo não significou nada para mim, é você quem eu amo. É eu e você contra o mundo, lembra?
Haley: Lembro - Dei um sorriso fraco -
Thomas: Agora que tal aproveitarmos essa cama enorme?

Comecei a rir enquanto ele se aproximava de mim com cara de safado

*Justin on

Passei por Stacy que me seguiu até o escritório

Stacy: Sr° Bieber? Pensei que fosse tirar o dia de folga, acabou de chegar de viagem

Eu também pensei, mas resolvi vim trabalhar para não ter que ficar em casa pensando no fora que Haley havia me dado em Paris

Justin: Eu não te pago para achar nada, Stacy
Stacy: Desculpe senhor
Justin: Onde esta Haley?
Stacy: O senhor deu o dia de folga para ela - Disse confusa -
Justin: Pois então eu estou retirando o que disse, ligue para ela e diga que se não estiver aqui em 30 minutos esta demitida
Stacy; Aconteceu algo nessa viagem? O senhor...

Ela parou de falar ao ver meu olhar de raiva e apontou para a porta

Stacy: É melhor eu ligar para a Haley
Justin: O que esta esperando?
Stacy: Com licença - Saiu da sala -

Meu dia estava péssimo, e se Haley não aparecesse, eu faria o dia dela ficar péssima com uma bela demissão

*Haley on

Meu celular começou a tocar e Thomas começou a beijar meu pescoço quando tentei levantar

Haley: Para Thomas - Ri -

Consegui o telefone e o atendi rindo

#Ligação on
Stacy: Você tem 20 minutos para chegar aqui ou esta demitida
Haley; O que? - Me sentei na cama assustada - Como assim?
Stacy: Só vem logo
#Ligação off

Haley; Tenho que ir trabalhar
Thomas: O que? Não!

Thomas apertou meu braço forte me impedindo de levantar

Haley: Você esta me machucando
Thomas: Você não vai sair daqui!

Continua com +5 comentários...

Oi amoras. Demorei mas voltei! Agora que as coisas estavam indo bem entre Justin e Haley, a bicha tinha que estragar tudo, é pra acabar! E agora? Sera que Haley vai ser demitida mesmo? Obrigada por cada comentários. Até o próximo capítulo. Beijos

Divulgando
http://imaginebelieberawayskidrauhl.blogspot.com.br/

28 de dezembro de 2016

Let Me Love You - 9

"Garota, deixe-me amar você. Garota, deixe-me amar você, baby (4x)"

*Thomas on

Parei em frente ao balcão onde a recepcionista que trabalhava com minha namorada estava, ela tirou os olhos da tela do computador e ao me ver arregalou os olhos

Xxx: Acho melhor você ir embora, a Haley não esta aqui
Thomas: É exatamente por isso que estou aqui, onde ela esta?
Xxx: Desculpa, mas eu não posso lhe passar essa informação, tudo o que posso te dizer é que ela esta muito bem

Olhei em seu crachá e li o nome "Stacy", abri um sorriso simpático

Thomas: Stacy, ela é a minha namorada, você pode me dizer
Stacy: Se a sua namorada não te disse onde esta, não sou eu quem vou fazer isso

Senti meu sangue ferver e soquei o balcão irritado, Stacy dei um pulo da cadeira assustada com minha atitude repentina

Thomas: Escuta aqui garota, se você não me disser onde a Haley esta, eu vou...
Stacy; - Me interrompeu - Vai me bater?

Fiquei paralisado ao ouvi-la dizer aquilo, não acredito que Haley havia contado sobre isso para alguém

Thomas: Você só pode ser louca - Dei uma risada falsa -
Stacy: Você vai ver eu ficar louca quando eu chamar os seguranças e pedir para eles te darem uma bela surra, seu covarde
Thomas: Seja la o que for que a Haley te disse, é mentira
Stacy: Ela não precisou me dizer nada, eu vi as marcas nela. Agora some daqui!
Xxx: O que esta acontecendo?

Olhei para trás e vi uma morena linda nos olhando curiosa

Stacy: O Sr° Bieber não esta Selena, e tenho ordens para não te dar nenhuma informação sobre a viajem dele
Thomas: Como é? Então a Haley foi viajar sozinha com o chefe dela?
Selena: Justin foi viajar com outra e me deixou aqui? - Perguntou perplexa -
Stacy: Ela é a assistente dele, faz parte o trabalho dela, Agora por favor, saiam antes que eu chame os seguranças - Colocou a mão no telefone -
Selena: Não precisa repetir

A garota se virou indo embora e eu resolvi fazer o mesmo, aquela garota não iria me da nenhuma informação mesmo. Entramos no elevador e ela me olhou

Selena; Você é o namorado da assistente?
Thomas: O nome dela é Haley, mas sim, eu sou o namorado dela
Selena: Prazer, sou Selena - Estendeu sua mão -
Thomas: Sou Thomas - Apertei sua mão -
Selena: Tem algum compromisso agora?
Thomas: Não, porque?
Selena: Queria te convidar para jantar, acho que temos muito que conversar

*Haley on

Me aconcheguei mais ao travesseiro que eu estava abraçada e senti um perfume ótimo, apalpei e derrepente o travesseiro balançou, abri os olhos lentamente e percebi que eu não estava abraçada ao travesseiro, e sim abraçada a Justin. Ele riu mais 1 vez e eu me afastei rapidamente levantando da cama

Justin; Você baba dormindo, sabia?
Haley: Ai meu Deus, que vergonha - Disse tapando o rosto com as mãos - Eu estava agarrada em você, me desculpa
Justin: Por mim tudo bem - Deu de ombros -
Haley: Para, eu estou morrendo de vergonha
Justin: Esta parecendo um pimentão vermelho - Riu -

Agarrei um travesseiro e joguei em Justin, que desviou

Justin; Ta bom, parei - Se levantou - Temos que nos arrumar e tomar café, ainda vamos assinar o contrato com o Pierre

(...)

Após ter passado o dia com o Pierre conversando e conhecendo sua empresa, voltamos para o hotel. Justin estava tomando banho enquanto eu arrumava minha mala para irmos embora. A porta do banheiro se abriu e Justin saiu com uma toalha enrolada em sua cintura, me segurei para não ficar encarando o abdomên definido de meu chefe

Justin; O que pensa que esta fazendo?
Haley: Arrumando minha mala? - Perguntei como se fosse óbvio -
Justin: Você achou mesmo que iriamos embora sem eu te mostrar a Torre Eiffel?

Larguei a blusa que eu estava dobrando e o olhei em acreditar. Eu iria mesmo passear por Paris?

Haley: Esta falando sério? - Sorri animada -
Justin: Vai logo tomar banho antes que eu desista
Haley: Ai meu Deus, você é demais!

Corri até Justin, beijei seu rosto e entrei no banheiro

(...)

O garçom nos guiou até uma mesa mais afastada, Justin puxou a cadeira para mim se sentar, e em seguida se sentou na minha frente. O garçom nos olhou sorrindo, parecia ter ensaiado aquele sorriso em frente ao espelho por horas

Garçom: O que irão beber esta noite?
Justin: Me traga o seu melhor vinho
Garçom: É claro, com licença - Saiu -

Justin voltou seu olhar para mim, o que fez eu me sentir desconfortável. Ele sempre me olhava de uma forma tão intensa, o que fazia eu não conseguir pensar direito

Justin: Me fale sobre você
Haley: Sobre mim? - Dei uma risada sem graça -  Não tem nada para dizer sobre mim, minha vida é totalmente sem graça
Justin: Tudo que vem de você me interessa
Haley: Tudo bem então, o que quer saber?
Justin; Sua história, me conte sobre seus pais, onde viveu...
Haley; Quando pequena eu vivia no interior com meus pai, em uma casinha pequena, não tínhamos muito, mas com o pouco que tínhamos éramos muito felizes. Os meus pais eram muito carinhosos, e eu tinha tanta inveja do relacionamento deles - Sorri - Eles eram tão apaixonados um pelo outro, e eu sonhava em um dia ter isso na minha vida, alguém que me olhasse do mesmo jeito que meu pai olhava para minha mãe - Justin estava com os olhos vidrados em mim - Quando eu tinha 8 anos conheci Thomas que se mudou para o lado da minha casa, éramos inseparáveis, ele era o meu melhor amigo, crescemos juntos. Lembro que dei um meu 1 beijo com ele, a minha 1 vez também foi com ele - Corei - E quando eu tinha 15 anos meus pais foram viajar e eu fiquei na casa de Thomas. Lembro que estava na sala vendo um filme com Thomas, quando sua mãe entrou na sala com o telefone na mão e chorando muito - Justin  me olhou preocupado - E então venho a noticia... meus pais haviam morrido ao bater de frente com uma carreta. Eu lembro de ter sentido meu mundo cair naquele dia

Uma lágrima escorreu por meu rosto, parecia queimar minha pele, Justin segurou minha mão que estava em cima da mesa e a acariciou, olhei para nossas mãos juntas

Justin; Eu sinto muito, deve ter sido uma dor horrível
Haley: Foi sim, sorte que eu tinha Thomas comigo. quando eu fiz 18 anos eu me mudei para cá - Sequei minhas lágrimas - E é essa minha história - Respirei fundo - Agora me conte a sua
Justin: Eu cresci aqui mesmo, não tive uma infância muito normal, pois eu sempre trabalhei na empresa, ja que eu seria o herdeiro meu pai queria que eu crescesse preparado para o meu futuro. E então quando eu fiz 20 anos, os meus pais resolveram se afastar de vez da empresa e se mudar, e desde então eu estou no comando
Haley; Que horror
Justin: O que?
Haley; Sua vida foi basicamente só trabalhar, cade a diversão?
Justin; Acho que nunca tive 1 dia de folga para descansar
Haley; Qualquer dia desses eu te levo para se divertir
Justin; Eu vou cobrar - Sorriu me fazendo rir -

O garçom voltou com o nosso vinho que aliás era divino e quase cai de costas quando o Justin pediu uma macarronada naquele restaurante chiquérrimo, macarronada nem tinha no cardápio. O garçom saiu e eu comecei a rir

Justin: Qual a graça?
Haley: Você pediu uma macarronada
Justin: Hey, macarronada é a melhor comida do mundo, okay? - Me apontou o dedo fingindo estar sério -
Haley: Você é demais - Ri balançando a cabeça -

Justin me olhou sorrindo, a cada minuto que eu passado ao seu lado, eu via como ele era gentil, engraçado e bondoso, e isso estava me fazendo enxerga-lo de uma maneira diferente

Continua com +5 comentários...

Oi meninas, como esta sendo o final de ano de vocês? Quero pedir mil desculpas por ter sumido quase 1 mês, eu estava totalmente bloqueada, mais prometo que vou fazer o possível para não sumir mais, okay? Haley e Justin são um amor juntos né? Deixem sugestões para os próximos capítulos. Beijos
PS: Fanny: Sexo selvagem? Acalma essa ppka ai mulher kkkk também acho que a Haley devia abusar logo do corpinho do Justin u.u Eu também queria capítulos sempre, mas é assim ou eu estou sem ideias, ou as leitoras somem, ai complica kk
Tudo que te faz feliz: Menina, então vamos dar certo na amizade, porque eu não tenho nada de normal kkkk, aliás, qual seu nome?

Divulgando
http://imaginebelieberawayskidrauhl.blogspot.com.br/

6 de dezembro de 2016

Let Me Love You - 8

"Garota, deixe-me amar você. Um coração entorpecido volta á vida, levarei você até lá"

Justin: Esta pronta?

Coloquei meu brinco, dei uma última olhada no espelho e sai do quarto. Justin estava sentado em uma das poltronas olhando para o relógio me esperando

Haley: Estou pronta! - Me olhou - Vamos?

Seus olhos passearam por todo meu corpo, seus olhos estavam arregalados. Me senti meio desaminada, eu pensei que aquele vestido longo preto brilhante e o salto, haviam ficado bom em mim

Haley: Esta ruim? - Falei triste -
Justin: Pelo contrário, você esta... linda
Haley: Obrigada - Sorri tímida -

Ele abriu a porta me dando passagem, uau, que cavalheiro. Se você esta se perguntando sobre a roupa, Justin me levou ao shopping e comprou várias roupas para mim. E agora estávamos indo para um jantar de negócios que de acordo com Justin, é o restaurante mais chique de Paris. Entramos no elevador e Justin começou a respirar fundo para não ficar apavorado, ri por ele estar seguindo as minhas instruções, era fofo. Ele me olhou curioso

Justin: Do que esta rindo?
Haley: De você
Justin: Porque?
Haley: Nada, é que achei engraçado você fazendo o que eu disse para poder se acalmar

O elevador se abriu e fomos até a saída do hotel, onde uma limosine nos aguardava

(...)

O jantar ja havia acabado e após 2 horas de negociações, conseguimos fechar um ótimo acordo

Pierre: Passem amanhã no meu escritório para assinarmos os papéis - Apertou a mão de Justin -
Justin: Pode deixar
Pierre: Foi um prazer conhece-la Haley, você é encantadora - Beijou minha mão -
Haley: Obrigada, o senhor é muito gentil - Sorri -
Pierre: Justin, não perca esta garota de vista hein

Justin me olhou de uma maneira diferente, uma maneira que nenhum homem nunca havia me olhado, e em seguida ele sorriu

Justin; Eu não vou

(...)

Estávamos dentro da limosine voltando para o hotel e meu celular tocou, era Thomas me ligando pela 30 vez naquele dia. Desliguei meu celular, Justin percebeu minha irritação e apontou para as bebidas ao nosso lado

Justin: Vinho?
Haley: Por favor

Ele encheu uma taça para mim e outra para ele, quando ele me entregou a taça virei o líquido de uma vez, Justin arregalou os olhos e encheu meu copo novamente

Justin: Quer falar sobre seu namorado?
Haley: Eu acho que não
Justin: Dizem que falar sempre ajuda
Haley: Isso é mentira. Porque mesmo depois de você falar e colocar para fora o que você esta sentindo, não muda o que ja aconteceu, e você continua se sentindo como eu estou me sentindo agora
Justin: E como você  esta se sentindo?

Não consegui mais segurar as lágrimas que tanto lutei para segurar. Eu não devia estar chorando, pois Thomas não merecia nenhumas dessas lágrimas que eu estava derramando agora

Haley: Eu estou me sentindo péssima, uma completa idiota - Choraminguei -
Justin: O que ele fez?
Haley: Ele me traiu, cheguei em casa e ele estava transando com uma qualquer na nossa cama - Solucei -

Ele levantou meu rosto e enxugou minhas lágrimas

Justin: Quem devia estar chorando era ele, por ter perdido uma mulher tão incrível como você

Olhei para seus lábios, e nossa, eu queria tanto beija-lo naquele momento. Nossos rostos estavam próximos e nossa boca a segundos de se tocar. A porta da limosine e nos afastamos rapidamente

Motorista: Chegamos ao hotel

Justin desceu e estendeu a mão para me ajudar, segurei em sua mão e desci do carro

(...)

Entramos no quarto sem dizer uma palavra se quer após o que quase aconteceu, o pior é que eu estava decepcionada pelo beijo não ter acontecido. Após ter trocado de roupa e colocado uma camisola de cetim preto fui até a sala e me sentei em uma das poltronas, sorri ao lembrar das palavras de Justin na limosine. Levei um susto ao ver Justin parado na porta me olhando apenas com uma regata branca e um calção preto

Justin: Te assustei?
Haley: Sim  - Dei uma risada fraca -
Justin: Eu só queria falar sobre o que aconteceu no carro
Haley: esta tudo bem, eu vou esquecer pode deixar
Justin: O que? Não!
Haley: Não? Pensei que fosse me dizer que aquilo foi coisa de momento e que era para mim esquecer
Justin: Cada palavra que eu disse foi verdade, e não vou voltar atrás com o que eu disse. Você é maravilhosa, e devia saber disso
Haley: - Sorri animada - Obrigada, Justin

Eu não entendia ainda o que eu estava acontecendo entre nós, mas era bom demais

Justin: Eu ja vou dormir, você vem?
Haley: É claro, eu ja estou indo

Ele voltou para o quarto e me afundei na poltrona sorrindo. Ouvir o que ele me disse, me deixou a mulher mais feliz do mundo

Continua com +5 comentários...

Oi amoras, como vocês estão? Ja estraram de férias, passaram de série? Espero que sim! Espero que tenham gostado do capítulo, comentem o que acharam e o que esperam para os próximos, quem sabe eu não use alguma ideia dos comentários. Beijos
PS: Fanny: Estou feliz que esta gostando da IB <3 O Thomas ainda vai dar muito trabalho para a Haley, ele é muito controlador, então ele não vai deixar a Haley livre assim tão fácil. Aliás, ri demais com as hashtags kkkk
Tudo que te faz feliz: Menina, tu é demais, não paro de rir com todos comentários seus, bora ser amigas kkkkk
Babi: Tu é maldosa hein, tadinha da Haley kkk

Leiam e comentem minha IB
Let Me Love You

Divulgando
https://teamobieberimaginebelieber.blogspot.com.br/

Grupo PV no Face para leitoras
https://www.facebook.com/groups/600425720135832/

Entrem em contato comigo para perguntar sobre a IB, ou qualquer outra duvida
+554498766838